12/08/2014

Please reload

Posts Recentes

Por que no Brasileirão 2015 está tendo tanto cartão?

July 16, 2015

1/4
Please reload

Posts em Destaque

"Caso Petros"

August 12, 2014

Neste domingo (10 de agosto de 2014) pudemos acompanhar a partida entre Santos e Corinthians, válida pelo Brasileirão. 

 

Um clássico como esse, com a reestréia de Robinho com a camisa do Santos, ambas as equipes buscando pontos importantes, poderia ter sido marcada por inúmeros motivos, mas foi marcada pelo mais inusitado.

 

O jogador Petros, do Corinthians, foi o 'destaque'. Após um lance em que o árbitro ficou na frente do Jadson, também do Corinthians, e o atrapalhou que seguisse a jogada, o jogador foi para cima do árbitro e o empurrou (ou agrediu, dependendo da opinião). Para quem não viu, segue vídeo abaixo:

 

 

Não vamos entrar no mérito da situação em si, pois somos nossa intenção no blog é tratar da arbitragem.

 

Pelo que podemos ver, o jogador não está indo em direção a bola, nem atrás de um marcador, ou seja, foi para cima do árbitro, sem mais. A grande pergunta: Por que o árbitro não o expulsou?

 

No campo de jogo nossa visão é diferente, os lances acontecem muito rapidamente, esbarrões acontecem de vez em quando. Agora, nesse lance, de costas, o árbitro Raphael Claus não tinha como saber a intenção do jogador, seria precipitado se o tivesse expulsado sem ter a certeza de que o jogador foi exatamente para o empurrar.

 

Com essa resposta, muitos ainda questionam: Mas e os assistentes? Quarto árbitro? Ninguém pode ajudá-lo?

Podem, e devem. Mas neste caso, seria arriscado dizer que o jogador foi realmente para acertá-lo. Ao vivo, sem replay, sem ângulo privilegiado, etc. Se alguém tivesse a certeza, teria falado.

 

E quanto a súmula?

O árbitro não relatou em súmula o ocorrido, até porquê, se soubesse que foi uma agressão, teria expulsado o jogador.

 

A súmula deveria ser alterada após a partida?

É uma questão que divide opiniões. A súmula deve e pode ser alterada em casos de ocorrências pós partida, cabe ao árbitro alterar interpretar se deve alterar a súmula porque viu o lance na televisão.

 

Agora o jogador irá a julgamento no STJD, sendo julgado por agressão ao árbitro, que possui pena mínima de 180 dias de suspensão (6 meses).

 

O fato de não constar em súmula impede uma punição?

Não. O jogador pode ser punido normalmente. Porém, neste caso, Raphael Claus adicionou o fato na súmula, no dia posterior.

 

Que fatos como esses não se repitam, e que nos próximos clássicos tenhamos destaques positivos, como golaços, dribles, etc.

 

Please reload

Siga-nos
Procurar por Tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square