12/08/2014

Please reload

Posts Recentes

Por que no Brasileirão 2015 está tendo tanto cartão?

July 16, 2015

1/4
Please reload

Posts em Destaque

O futebol brasileiro e as faltas.

August 1, 2014

Quem nunca ouviu que o futebol brasileiro tem muitas faltas, que os jogadores são muito indiciplinados, que os árbitros amarram demais os jogos? Pois é, nós também achamos que estamos um passo atrás quando se trata do “ideal” em relação as faltas.

 

Porém, de acordo com dados do Datafolha, divulgados pela CBF, temos uma evolução grande nos últimos anos, conforme gráfico abaixo (todos os dados são baseados na Série A do Campeonato Brasileiro):

 

 

Vejam que o futebol brasileiro já foi muito mais faltoso, em 1990, por exemplo, a média foi de 58 faltas por partida, o que é em torno de 1 falta a cada 1 minuto e 30 segundos.

 

Se contarmos a partir de 2003, na era dos pontos corridos, com exceção a 2012, houve uma redução contínua em relação ao número de faltas, chegando a 2013, quando a média foi de 34,40.

 

34 faltas por jogo. É muito? Talvez. A média de faltas da Copa do Mundo de 2014 foi de 30,2 por partida. Se compararmos, podemos ver que não estamos tão atrás quanto parece, principalmente por se tratar da maior competição do mundo. Já se compararmos com a Premier League (Liga que reúne o Inglaterra e País de Gales), temos uma lavada! A média dos ingleses gira em torno de 21 faltas por partida, juntamente com o campeonato Argentino, eles tem a menor média de faltas do mundo, isso mesmo, os argentinos também possuem média baixa.

 

Deve-se levar em conta o fato do futebol estar ficando cada vez mais físico, ao invés de técnico (o que não é bom, mas esta é outra discussão), todos chegam mais forte e o contato é inevitável. Mas espera, se tem mais contato, deveria ter mais faltas, não? Não. Essa história de “todo mundo ataca e todo mundo defende” acaba segurando a correria do jogo, as jogadas de velocidade são raras em um jogo de hoje em dia, há muito mais aquele toque de bola, procurando espaço.

 

Qual o papel do árbitro em toda essa história? O árbitro, assim como os jogadores, estão se adaptando a esta nova realidade, existem atualizações da FIFA e das Federações, sempre instruindo o árbitro de acordo com a evolução deste esporte, seja para mostrar o que não é mais para cartão, o que não é mais falta, o que não é mais impedimento, etc. O que era falta há 10 anos atrás, hoje pode ser considerado contato de jogo, e vice-versa. Tudo para que o jogo possa fluir com maior naturalidade deve (e está) sendo feito.

 

Quem está envolvido a fundo no futebol, sabe que nossa cultura dificulta um pouco em relação as faltas, essa história de parar o jogo para pedir a falta, de se jogar quando há um mínimo toque, de colocar a mão na bola por achar que é falta, de empurrar fora do lance de jogo, enfim, todos esses fatores dificultam e fazem com que o árbitro tenha que se precaver, tornando seu critério mais rigoroso e menos flexível, para que não perca o jogo disciplinarmente.

 

Aos poucos tudo isso está melhorando, estamos nosconcientizando e a "globalização esportiva" acaba sendo nossa aliada, pois há uma mistura de estilos, que acabam tornando o futebol um pouco mais próximo de um padrão mundial (respeitando todas as diferenças de cada país, pois há detalhes que são culturalmente estabelecidos e dificilmente serão mudados).

 

Cabe a cada um de nós interpretar todas essas informações e tirar nossas próprias conclusões. Mas que sempre o objetivo seja tornar o futebol um jogo mais limpo e sem deslealdade, do Sub-11 ao veterano, um futebol com Fair Play.

 

Please reload

Siga-nos
Procurar por Tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square